10 outubro 2011

Início

Gosto muito de estar atenta aos sinais que se atravessam no meu caminho.
Foi o que aconteceu com o Movimento Internacional Nós somos Igreja - para mim em 1996 - a sua história pode ser vista e revista em dúzias de sítios incluindo o oficial - www.we-are-church.org/pt. Desde então, juntamente com um sem número de pessoas, em Portugal e noutras pastagens, fomos caminhando, numa atitude de fé, de esperança e espera-se também, de caridade, levantando questões que cremos podem e devem ser reflectidas pelos membros o Povo de Deus, ou seja a comunidade dos baptizados. Por vezes perguntam-nos: mas porque não mudam de Igreja, onde as vossas propostas já foram aceites? A minha resposta é: nasci e cresci nesta Igreja, amo-a e não quero sair. A minha consciência e a minha vontade, ambas tão preciosas aos olhos de Deus, levam-me a integrar um movimento que pensa que «outra Igreja é possível».

Ana Vicente.

Sem comentários:

Publicar um comentário