23 agosto 2013

A beldade que está a embaraçar o Vaticano

 
A nova assessora do Papa Francisco é jovem e bonita mas está no centro da polémica por causa daquilo que escreveu na Internet sobre o Vaticano e os políticos antes de ser nomeada para o cargo.

Francesca Immacolata Chaouqui, 27 anos, jornalista e laica foi escolhida em julho para intergrar uma comissão de oito pessoas que tem por missão organizar a estrutura económica e administrativa do Vaticano. Mas, antes de o ser, fartou-se de dar opiniões, algumas bastante críticas, acerca da Santa Sé em geral e dos seus protagonistas em particular.
A sua conta no Twitter foi entretanto encerrada, mas os media italianos conseguiram reunir alguns dos posts que Francesca lá havia colocado. Num deles, em março, terá dito, sobre Bento XVI, "o Papa sofre de leucemia há mais de um ano". Antes disso, terá atacado o cardeal Tarcisio Bertone, braço-direito de Ratzinguer, a quem terá chamado de "corrupto". "Acredito numa igreja: una, santa, católica e apostólica. Se calhar, alguém deveria recordá-lo a Bertone", terá escrito. E quando Bento XVI renunciou, em março, Francesca mostrou a deceção: "Bertone ganhou. Estava segura de que não o faria mas deitou a toalha ao chão. Como crente, estou simplesmente decepcionada".
Os políticos foram outro dos alvos desta italiana, filha de um turco. Giulio Tremondi, antigo ministro da Economia de Itália, já anunciou que vai processar Francesca, que terá escrito no Twitter que este é gay.
Apesar do embaraço que se vive no Vaticano, Francesca Immacolata Chaouqui diz-se tranquila. "Não estou preocupada porque o Santo Padre também não está", disse ao jornal "Il Corriere della Sera", ao qual também alegou que outras pessoas terão tido acesso à sua conta no Twitter.
 
por Sofia Fonseca
in DN 23-08-2013


Sem comentários:

Publicar um comentário